Home / Notícias / Seminário Oncológico da AAPECAN Santa Cruz

Seminário Oncológico da AAPECAN Santa Cruz

O 1º seminário oncológico da AAPECAN ocorreu no dia 21 de outubro no bloco 18 da Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC.

O evento teve início às 08:30 e após a apresentação do seminário pela assistente social Claudia Lunardi, a enfermeira do programa de prevenção ao câncer de mama e colo uterino do Hospital Ana Nery Cleusa Piovesan abriu o ciclo de palestras com o tema “O cuidado como aliado na detecção precoce” e  falou sobre a importância da detecção precoce do câncer de mama. Foram apresentados dados estatísticos e imagens que comprovam que o cuidado e prevenção salvam muitas vidas. Também foram detalhados como proceder e a grande importância com o autoexame.

Após a apresentação das diversas formas de autoexame, a enfermeira respondeu muitas dúvidas das pessoas que estavam presentes no evento.

Na sequencia das palestras, foi a vez da psicóloga do Centro de Oncologia Integrado do Hospital Ana Nery e do Instituto de Oncologia Saint Gallen Larissa Dutra Azambuja Magalhães que palestrou sobre “O câncer de mama e o impacto na autoestima da mulher”.

A psicóloga iniciou a palestra falando sobre os estigmas muitos fortes aos portadores de câncer, sobre a autoestima, a personalidade e das vivências em cada momento do tratamento.

A autoestima feminina determinada socialmente em busca do padrão de beleza, na maioria das vezes tem que ser deixadas de lado para poder realizar um tratamento saudável.

Um trecho passado na palestra de um autor trazido pela psicóloga cita:
“A perda do cabelo está envolvida com outros aspectos psicológicos da mulher: É o começo de outra compreensão do que é ser mulher, uma descoberta interna do que é importante na expressão feminina”. A mudança da imagem corporal, mais a perda ou mudança do papel social aliada a dependências e limitações piora a autoestima feminina.

Também foi abordado pela psicóloga a rede de apoio, que são os familiares. Eles também precisam ter um entendimento maior sobre o câncer, pois o convívio familiar é importantíssimo para o paciente. Quanto melhor o convívio, melhor será o enfrentamento do câncer. Depois de mais uma bela palestra, foram abertas as perguntas e muitas dúvidas tiradas e sentimentos renovados.

Após as questões abordadas, foi apresentada a exposição “Mulheres…Força, Conquistas e Vitórias” que são fotografias onde nossas usuárias pousaram para as lentes do fotógrafo Junio Nunes. Essas usuárias são algumas que estão ou já passaram pelo tratamento do câncer de mama. O objetivo, é o resgate da autoestima das mulheres que passaram e estão em tratamento contra o câncer de mama, quanto na busca de formas diferentes para chamar a atenção das mulheres sobre a prevenção da doença. O intuito da exposição é mostrar a beleza e a força dessas mulheres, destacando a vontade de viver e como foi enfretamento de cada uma que lutam contra o câncer e se reinventaram perante as dificuldades do caminho.

Na parte da tarde o seminário teve início com o grupo de música da AAPECAN Santa Cruz do Sul “Amigos Cantando”, que interpretou algumas músicas de sucesso para os ouvintes.

Após a apresentação do grupo de música, o assistente social do INSS Everton Scherer ministrou uma palestra sobre os “Aspectos básicos sobre a Previdência Social”.

O palestrante iniciou falando sobre a previdência social, seus sistemas de proteção social e sobre os benefícios do paciente com câncer.

O assunto gerou muitos questionamentos ao palestrante, que explicou detalhadamente os casos abordados por ele. Também, para maiores dúvidas pode entrar em contato pelo telefone 135 ou pelo site www.previdencia.gov.br

Para finalizar o seminário, Rodrigo Talge, diretor da Talge Advogados, militante na área do direito do consumidor e membro da OAB RS e SP ministrou sobre ”Aspectos práticos dos direitos dos portadores de câncer”.

O palestrante abriu falando sobre os direitos dos pacientes com câncer, demonstrando os artigos de lei e regulamentação dos artigos. Pacientes com câncer tem isenções no direito tributário, como isenção do imposto de renda sob o título de aposentadoria, pensão ou reforma. O paciente com câncer ou familiar que seja condutor, podendo ser de menor, que apresente deficiência física, mental, visual, profunda ou autista tem direitos a isenção do pagamento do imposto sobre produtos  industrializados – IPI

O IOF – Isenção do pagamento do imposto sobre operações financeiras o paciente com câncer, mas tem que ser o condutor.

ICMS – Isenção do pagamento de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, se o paciente com câncer apresentar algum tipo de deficiência, autista e podendo ser menor de 18 anos. O IPVA – Isenção do pagamento do imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, desde que o carro esteja no nome do portador de câncer.

O tema também gerou muitos questionamentos dos ouvintes ao advogado que esclareceu as diversas dúvidas dos presentes.

Veja Também

Chá de Integração em Três Coroas

Em 16 de Setembro de 2017, o Lions Club da cidade de Três Coroas promoveu ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *